Motores

Jimmie Johnson quebra ‘jejum’ de vitórias antes das 500 Milhas de Daytona

Jimmie Johnson quebrou um longo ‘jejum’ de triunfos na NASCAR Cup ao impor-se na ‘Clash’ em Daytona, prova que antecede o arranque do campeonato na mesma pista; as famosas 500 Milhas.

Este ‘Clash’ acabou por definir-se num ‘crash’ coletivo, pois a este ‘aperitivo’ da mais importante competição de ‘stock-cars’ americano acabou por ser marcado por um ‘big one’, um grande acidente coletivo, que acabou por favorecer o piloto do Chevrolet # 48, que passou toda a temporada de 2018 sem conhecer o sabor da vitória e que nos últimos seis anos conheceu seis acidentes consecutivos neste evento.

Desta vez, Johnson – sete vezes campeão da NASCAR – não apenas se impôs como ainda esteve na origem do mesmo ‘big one’, pois quando causou-o quando atacava o líder da corrida, Paul Menard, aos comandos do Ford da histórica equipa Wood Brothers.

A corrida acabou por cumprir apenas 59 das 75 voltas previstas, devido à chuva que se abateu sobre Daytona Beach, com Jimmie Johnson a levar a vitória diante dos Ford de Kurt Busch, Joey Logano e Ryan Blaney e do Chevrolet de Alex Bowman, com Kyle Busch a ser um dos pilotos dos quatro Toyota envolvidos no ‘big one’, que foi o melhor representante da marca nipónica mas não foi além da 14ª posição.

Fique com o resumo deste ‘Clash at Daytona’.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir