Nas Notícias

Jerónimo olha eleições como uma só batalha e insiste que Governo não é das esquerdas

O líder do PCP pediu hoje que as três eleições deste ano, europeias, regionais na Madeira e legislativas, sejam vistas como “uma única batalha” e atacou as opções de Governo, que, sublinhou, é do PS e não das esquerdas.

“São três batalhas que exigem que se assumam como uma única só batalha, em que cada uma soma e se projeta para a seguinte”, afirmou Jerónimo de Sousa, no encerramento da 10.ª assembleia da Organização Regional de Setúbal do PCP, no Barreiro, distrito de Setúbal.

Num discurso longo, falando a militantes de todo o distrito de Setúbal, Jerónimo criticou abertamente várias opções do PS e de António Costa, e deu explicações do que fez o PCP no apoio parlamentar ao Governo, desde 2015, ou a “nova fase da vida política nacional”.

“Sim, Governo minoritário do PS e não Governo das esquerdas”, disse, para “clarificar” a posição dos comunistas.

Nos últimos três anos e meio só não se foi mais longe, acrescentou o secretário-geral dos comunistas, porque “permanecem fortes constrangimentos e paralisantes contradições”, que resultam das “opções do PS e do seu Governo minoritário”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir