Motores

Jean-Eric Vergne ainda não ‘absorveu’ que é Campeão da Fórmula E

Jean-Eric Vergne admitiu que ainda não interiorizou bem o facto de se ter sagrado Campeão da Fórmula E, depois de ter sido quinto na corrida de sábado em Nova York.

A qualificação para o primeiro confronto nova-iorquino também não correu bem ao francês da Techeetah, pois o seu tempo foi anulado depois do seu monolugar ter ultrapassado a potência máxima autorizada (200 kW), pelo que partir em último apresentou um desafio ainda maior.

No entanto a performance do carro da equipa liderada por Mark Preston foi notável e Vergne foi rapidamente recuperando posições na primeira parte da corrida, conseguindo depois levar vantagem sobre o seu rival no campeonato, Sam Bird para terminar ‘colado’ ao quarto classificado, Tom Dillman.

Jean-Eric Vergne disse que “nem queria acreditar” no que tinha feito. “Que corrida louca. Meu Deus, que isto faz-me bem. Para dizer a verdade ainda não tenho qualquer ideia do que significa ser Campeão. Vou precisar de mais tempo para o interiorizar. Tudo o que sei é que é um super sentimento”, referiu.

“Suponho que há ainda uma corrida (a deste domingo) e que por isso não me posso relaxar completamente. Não vou ter nenhum festejo louco. Isso fica para domingo à noite, quando tudo estiver terminado. Nessa altura poderei usufruir plenamente”, prossegue o piloto gaulês.

De facto Vergne tem ainda de pensar no título de construtores que a sua equipa também pode conquistar, tendo pela frente uma Audi Sport Abt servida por uma dupla de pilotos fortíssima – Lucas di Grassi e Daniel Abt. O novo campeão reconhece que não será fácil.

 

Mais partilhadas da semana

Subir