Motores

Jari-Matti Latvala resiste a Sebastien Ogier e vence o Rali de Portugal

LatvalaPortugal815

Jari-Matti Latvala venceu o Rali de Portugal após uma última etapa, que apesar de curta confirmou as intenções de Sebastien Ogier de tentar ‘assaltar’ a liderança do seu companheiro de equipa.

O francês conseguiu ganhar alguns segundos ao finlandês em Fafe, mas no mais extenso troço de Vieira do Minho Latvala defendeu-se muito bem e não permitiu que Ogier lhe ‘roubasse’ aquela que veio a ser a sua primeira vitória em solo lusitano e a primeira deste ano,

Sebastien Ogier impôs a sua lei na famosa especial da Lameirinha ganhando mais de um segundo na primeira passagem e mais de dois no segundo, mas Latavala recuperou ao campeão do mundo dois segundos em Vieira do Minho acabando por se impor por mais de oito segundos.

OgierPiortugal415

Para Ogier vai o consolo da segunda posição e dos três pontos da Power Stage, onde Latavala ainda foi buscar dois pontos e Andreas Mikkelsen um.

Kris Meeke e Andreas Mikkelsen tinham como objetivo para este derradeiro dia de prova o último lugar do pódio. E se à partida se pensava que o britânico da Citroën conseguisse lutar em plano de igualdade com o norueguês da Volkswagen, a verdade é que problemas no diferencial do DS3 WRC acabou por entregar a terceira posição ao nórdico.

Problemas no melhor dos Hyundai não permitiu que Dani Sordo conseguisse tirar a quinta posição a Ott Tanak, que foi um prémio para a sua excelente consistência, com o estónio a ser o único piloto da M-Sport a garantir pontos, face aos abandonos de Elfyn Evans nas duas primeiras etapas.

TanakPortugal415

Depois dos problemas sentidos na etapa de sexta-feira, Mads Ostberg nunca se mostrou capaz de rodar com os melhores, acabando por levar o segundo Citroën a um sétimo posto que parece pouco para um piloto do calibre do norueguês.

Embora tenha voltado à prova ao abrigo da regra Rally 2, Thierry Neuville não deu pontos à Hyundai, contrariamente a Hayden Paddon. O neozelandês foi uma boa surpresa, atendendo à sua inexperiência e ao fato de possui um i20 WRC menos evoluído que os dos seus companheiros de equipa.

Uma palavra ainda para Robert Kubica, que no seu regresso ao WRC não saiu de estrada, foi consistente e no final foi o melhor privado.

Classificação final

1.º Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Volkswagen) 3h30m35,3s

2.º Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Volkswagen) + 8,2s

3.º Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Volkswagen) + 28,6s

4.º Kris Meeke/Paul Nagle (Citroën) + 48,7s

5.º Ott Tanak/Raigo Molder (Ford) + 1m56,8s

6º Dani Sordo/Marc Marti (Hyundai) + 2m27,9s

7º Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroën) + 2m32,2s

8.º Hayden Paddon/Jonathan Kennard (Hyundai) +2m54,3s

9.º Robert Kubica/Macej Szczepaniak (Ford) + 4m39,1s

10.º Martin Prokop/Jan Tomanel (Ford) + 7m31,2s

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir