Internacional

“Já nem o Conan Osíris passa cartão ao Roger Waters”, goza Maria Vieira

 Depois de ter provocado Conan Osíris, Maria Vieira virou-se para Rogers Waters, o lendário vocalista dos Pink Floyd que elogiou o representante português ao festival da Eurovisão.

Com o intuito de incentivar Conan Osíris a boicotar a realização da Eurovisão em Israel, Rogers Waters teceu vários elogios ao artista de ‘Telemóveis’.

Elogios esses que foram agora ‘escangalhados’ por Maria Vieira, em – como não podia deixar de ser… – mais um post no Faceebook.

“Leio esta bizarra notícia que julgava ser falsa mas que, inacreditavelmente, parece ser verdadeira e fico cada vez mais convencida de que o socialismo é de facto uma terrível doença mental”, começou por referir a ‘parrachita’.

Lembrando o concerto no Brasil (onde agora vive) em que Rogers Waters foi “vaiado pela multidão”, a atriz lamentou “o estado deprimente, quase trágico, a que chegou” o autor de clássicos como ‘Wish You Were Here’, ‘The Dark Side Of The Moon’ e ‘The Wall’.

“Quando Roger Waters afirma que a melopeia de Conan Osíris ‘é profundíssima’ e que se trata de uma música ‘sobre usar o telemóvel para fazer perguntas sobre a vida, a morte e o amor’, a pessoa fica curiosa em saber que raio de maluco terá esclarecido as dúvidas existenciais do insano músico inglês, do outro lado da linha imaginária?!?!”, sustentou.

Insistindo que o antigo músico dos Pink Floyd tenha contraído “essa fatídica doença” do “socialismo”, Maria Vieira concluiu que “já nem o Conan passa cartão ao doidivanas do Roger Waters”.

Mais partilhadas da semana

Subir