Nas Notícias

Irão revela novo sistema de defesa antiaérea de fabrico nacional

O Irão revelou hoje o seu novo sistema de defesa antiaérea de fabrico nacional, o “Bavar-373”, num contexto de tensão crescente com os Estados Unidos.

Segundo os responsáveis iranianos, trata-se do primeiro sistema de mísseis antiaéreos de alcance superior a 200 quilómetros produzido localmente.

Teerão iniciou a produção do Bavar após a suspensão em 2010 devido às sanções internacionais da compra do sistema antiaéreo S-300 à Rússia.

O novo sistema móvel terra-ar de defesa iraniano foi revelado durante uma cerimónia em Teerão, à qual assistiu o presidente Hassan Rohani, que ordenou que ele seja adicionado à rede de mísseis de defesa do Irão, divulgou a agência noticiosa oficial Irna.

“O sistema de mísseis Bavar-373 de longo alcance adequa-se à geografia do Irão, com um alcance de mais de 200 quilómetros (…) e rivaliza com os sistemas russos e norte-americanos como o S-300 e o Patriot”, adiantou a Irna.

O sistema é “melhor que o S-300 e próximo do S-400”, afirmou Rohani em declarações transmitidas pela televisão após a cerimónia, organizada por ocasião do “Dia Nacional da Indústria de Defesa”.

Fotografias divulgadas pelo gabinete da presidência mostram o sistema montado na retaguarda de camiões militares em Teerão.

O Irão instalou em março de 2016 os sistemas de defesa antiaéreos russos S-300, depois de ter sido concluído em julho de 2015 o histórico acordo sobre o nuclear iraniano com as grandes potências, que permitiu o levantamento de algumas sanções à República Islâmica.

A cerimónia de hoje ocorre num contexto de crescente tensão com Washington, que se retirou unilateralmente do acordo o ano passado e restabeleceu sanções a Teerão.

Em junho, o Irão disse ter abatido um avião não tripulado (drone) norte-americano Global Hawk que, segundo Teerão, violou o seu espaço aéreo, o que é negado pelos Estados Unidos.

Mais partilhadas da semana

Subir