Motores

Insatisfação de Francisco Mora com o pódio

Francisco Mora subiu ao pódio na primeira corrida do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos e TCR Ibérico, que teve lugar no Autódromo do Estoril, mas isso não o satisfaz. O mesmo é extensível ao seu companheiro de equipa na Veloso Motorsport, Eduardo Leitão.

O campeão nacional queria mais porque está habituado a ganhar, e porque não conseguiu progredir durante a prova relativamente à posição na grelha de partida, já Eduardo Leitão foi nono classificado.

Apesar do êxito da equipa da Póvoa de Lanhoso com o triunfo de Rafael Lobato na estreia do Audi RS3 LMS TCR, Francisco Mora não teve uma prova tão fácil como o piloto de Vila Real. Perdeu algumas posições na largada, e depois só conseguiu recuperar até ao terceiro posto.

“Apesar de ser uma subida ao pódio, o que é sempre excelente, estou um pouco desiludido com a corrida porque tinha tudo para lutar pelo triunfo, o que acabei por não conseguir. Foi uma prova atribulada com um arranque confuso e depois com uma recuperação difícil. Pelo caminho, os meus pneus perderam eficácia e apesar de ter tido o segundo lugar ao meu alcance, tive de optar por garantir a terceira posição. Amanhã espero que tudo seja diferente e que dê para vencer”, explicou o campeão nacional.

Eduardo Leitão estreou-se nesta competição, mas a nona posição não espelha a exibição, pois chegou a andar perto do top cinco na primeira metade da corrida. “Penso que foi uma boa estreia numa disciplina muito competitiva e onde estão pilotos de grande qualidade. Fiz um bom arranque, mas depois acabei por ir perdendo posições talvez devido aos pneus, que acabaram por perder eficácia”, referiu após a prova.

Em destaque

Subir