Motores

Incêndios reduzem o Rali da Austrália para menos de 100 km cronometrados

O Rali da Austrália, derradeira prova do Campeonato do Mundo da especialidade, foi reduzido no seu percurso cronometrado, passando a ter menos de 100 quilómetros de especiais.

A razão para este altura fica-se a dever aos incêndios florestais que assolam atualmente a zona costeira do estado da Nova Gales do Sul.

O diretor de prova, Wayne Kenny, referiu entretanto que o novo itinerário decidido pela organização está dependente da aprovação da Federação Internacional do Automóvel (FIA), sendo que inclui quatro classificativas – duas delas super especiais, uma no centro de Coffs Harbour e outra no circuito de Raleigh International Raceway, a sul da cidade.

As outras duas são a Argents Hill Reverse, uma das situadas mais a sul, e outra a leste de Bowreaville, sendo que o reconhecimento dos quatro troços pelos concorrentes será feito na próxima quarta-feira.

Em princípio, e de acordo com o novo itinerário, o dia de sexta-feira incluirá sete classificativas – a combinação de duas super especiais. No sábado haverá uma combinação de especiais em Graces, Allens e Raleigh, enquanto para o último dia estão previstas quatro troços cronometrados, todas nas super especiais.

Caso seja aprovado pela FIA, este percurso permitirá a alocação de um terço dos pontos previstos, com uma vitória a valer agora oito pontos, com os organizadores a comprometerem-se com um aditamento no ‘roadbook’ que incluirá o itinerário revisto.

De referir que nos mais de 120 incêndios que ‘lavram’ na Nova Gales do Sul e Queensland já morreram três pessoas, sendo que ambos os estados declararam o estado de Emergência.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir