Economia

Importações sobem 18,1 por cento em junho impulsionadas pela compra de combustíveis

As importações de bens subiram 18,1 por cento em junho face ao período homólogo, impulsionadas pela compra de combustíveis a países fora da União Europeia, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), enquanto as exportações aumentaram 8,6 por cento.

De acordo com o INE, o “significativo aumento verificado nas importações deveu-se principalmente aos combustíveis e lubrificantes com origem em países extra-UE [União Europeia]”.

Assim, o comércio fora da UE aumentou 45,7 por cento em junho face ao mesmo mês de 2017, subindo também dentro da União, em 10 por cento relativamente àquele período.

Comparativamente ao mês anterior, as exportações e as importações também subiram, já que em maio estes valores tinham sido de 6,2 por cento e de 0,6 por cento, respetivamente.

Sem contar com a categoria de combustíveis e lubrificantes, as exportações tiveram um acréscimo de 6,8 por cento em junho, enquanto as importações cresceram 10,3 por cento.

Mais partilhadas da semana

Subir