Motores

Hyundai com “mentalidade vencedora” no Rali do México

A Hyundai atravessa o Atlântico para a terceira prova do Campeonato do Mundo de Ralis com a firme intenção de alcançar a vitória que este ano ainda não lhe ‘sorriu’.

Na prova centro-americana os i20 WRC são entregues a Thierry Neuville, Andreas Mikkelsen e Dani Sordo, sendo que para o espanhol – recente vencedor do Rali Serras de Fafe – é a primeira prova no WRC 2019.

Trata-se também do primeiro evento do ano em clima de Verão, pelo que o foco vai ser na forma física dos pilotos e na fiabilidade das mecânicas, que sofrem sempre com as grandes altitudes a que é disputada a prova mexicana.

Ao longo dos anos o evento disputado na zona Guanajuato tem permitido alcançar alguns pódios, mas a equipa Hyundai quer melhor do que o seu melhor resultado, que foi um segundo lugar de Dani Sordo no ano passado.

Andrea Adamo, é a ‘voz’ da ambição da Hyundai no Rali do México: “Queremos comprovar a nossa capacidade de vencer nesta temporada do WRC. Os primeiros dois ralis de 2019 proporcionaram-nos um espetáculo entusiasmante e temos conseguido ter uma presença muito forte nesta luta”.

“No entanto, e tendo em conta a forte concorrência, temos de redobrar os nossos esforços e trabalhar ainda mais pelos resultados que sabemos que estão ao nosso alcance”, refere o diretor da equipa de Alzenau.

Adamo acrescenta ainda a chegada de Sordo ao WRC: “Para o Dani e para o Carlos este será o primeiro evento WRC da temporada, mas eles já começaram o ano com uma mentalidade vencedora depois da vitória em Portugal com o nosso i20 R5. Esperamos que essa vitória tenha um impacto positivo nas três duplas WRC no México”.

O Rali do México terá início quinta-feira, dia 7 de março, com o shakedown e uma curta Street Stage em Guanajuato. Sexta-feira será o primeiro dia de ação, com itinerário variado, incluindo a etapa El Chocolate com 31,57 km e etapas mais curtas em León. Sábado vai incluir provas mais longas em Guanajuatito (25,90 km), Otates (32,27 km) e a favorita El Brinco (8,13 km) antes do regresso a Léon no final do dia. O programa de domingo vai incluir 60 km e três etapas, com a Power Stage de Las Minas a ser a última de 21 especiais.

Mais partilhadas da semana

Subir