Motores

Hugo Araújo na luta pelo título

Hugo Araújo pretendia estar na discussão pelas posições cimeiras na jornada do Super Seven by KIA que se disputou no Autódromo Internacional do Algarve, no âmbito do Algarve Classic Festival. O piloto do Caterham R300 # 99 tinha o objetivo de vencer no traçado de Portimão, mas depois de uma grande recuperação a interrupção da prova, devido a destroços na pista, não lhe permitiu materializar em pontos o seu excelente andamento.

As dificuldades sentidas na qualificação contribuíram em grande medida para o resultado menos positivo de Hugo Araújo no Algarve, embora o piloto bracarense acredite que tudo possa ser diferente na derradeira prova da época, no Estoril.

“Novamente não fui eficaz nos treinos cronometrados. Apenas fizemos um volta lançada pois logo após surgiram as bandeiras amarelas no setor1 a que se seguiu a vermelha dando por interrompida a sessão de qualificação”, explica Hugo Araújo, que na única volta que conseguiu efetuar sem problemas apenas alcançou a sexta posição entre os 47pilotos.

“Foi pena, estávamos com um bom andamento, e o carro estava muito bem preparado pela estrutura da CRM Motorsport como demonstra a pole-position para a corrida dois obtida pelo Nuno”. Consciente da competitividade do troféu, o piloto de Braga sabia que não ia ser fácil recuperar, mas partia como sempre, determinado a lutar pela vitória.

Partindo da sexta posição, Hugo Araújo cedo se tentou chegar ao grupo da frente, mas o objetivo da primeira volta era passar incólume e sem danos. “Depois das cautelas iniciais, entrei em modo de ataque e fui tentando libertar-me dos adversários até chegar ao grupo da frente. Assim que me vejo a liderar a corrida, e com ainda cerca de duas voltas para a mesma terminar, acreditei que iria vencer. No entanto não tive a sorte do meu lado pois liderei toda a volta e devido à aspiração passei na meta em terceiro com os quatro primeiros separados por 74milésimas. Infelizmente esta seria a última passagem na meta que iria ser contabilizada pois a corrida teve o seu fim encurtado devido à interrupção por bandeiras vermelhas” comenta o piloto minhoto.

“Ainda assim saio do Algarve satisfeito pois foi uma corrida fantástica e onde me diverti imenso, conseguimos um pódio totalmente português contra a armada britânica e a verdade é que esta corrida podia ter terminado com a vitória de qualquer um dos 4 principais intervenientes”, conclui Hugo Araújo, que prepara agora a prova final da temporada, que decorrerá no fim-de-semana de 11 a 12 de Novembro no Circuito do Estoril.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir