Fórmula 1

Honda com segunda atualização de motor no Grande Prémio de França

À imagem do que sucedeu com a Mercedes no Canadá, a Honda vai introduzir a segunda atualização do seu motor de Fórmula 1 para esta época no Grande Prémio de França, no próximo fim de semana.

Em abril o construtor japonês introduziu a primeira atualização do seu propulsor, que será agora substituído pela nova versão nos Red Bull e nos Toro Rosso em Paul Ricard.

Esta segunda atualização vem mais tarde do que Helmut Marko, o conselheiro da equipa de Milton-Keynes, tinha avançado – uma vez que o austríaco avançara que isso aconteceria no Mónaco. O que indica uma mudança de planos por parte da Honda.

“Há várias coisas a caminho que nos deverão ajudar num futuro próximo, para encontrar aquele bocado que nos tem faltado em comparação com os carros à nossa frente”, afirmou entretanto Christian Horner, o chefe da Red Bull Racing.

O jornal holandês De Telegraaf, sempre muito atento a tudo aquilo que diga respeito a Max Verstappen, avançou agora que a Honda vai mesmo levar a segunda atualização do seu motor para o Grande Prémio de França.

Isto quer dizer que Verstappen, Pierre Gasly, Daniil Kvyat e Alexander Albon terão o seu terceiro motor diferente em 2019. O máximo permitido pelo regulamento. Mais mudanças ou trocas para novos motores devido a avarias, significarão penalizações para os quatro pilotos.

Mais partilhadas da semana

Subir