Justiça

Homicídio em Coimbra dá pena máxima

O Tribunal de Coimbra condenou hoje um jovem à pena máxima de 25 anos de prisão por ter matado um homem com 14 tiros à porta de uma discoteca da cidade, em 2017.

O caso remonta a 08 de janeiro de 2017, quando o jovem terá disparado 14 tiros contra um homem de 30 anos, Ismael Soares, tido como segurança informal no Avenue Club, depois de se ter gerado uma discussão seguida de agressão entre a sua namorada e a gerente daquela discoteca de Coimbra.

Nas alegações finais, o Ministério Público tinha pedido 25 anos de prisão para o arguido, atualmente com 22 anos, que o coletivo de juízes entendeu hoje ser a pena adequada para o crime praticado.

Mais partilhadas da semana

Subir