Fórmula 1

Hamilton forçou Vettel ao erro

Para Lewis Hamilton a penalização a Sebastian Vettel no Grande Prémio do Canadá não foi uma surpresa, sendo que para si o percalço do alemão da Ferrari resultou da pressão que exerceu sobre ele.

“Forcei-o a cometer um erro”, considerou o Campeão do Mundo, quando instado a falar da sua quinta vitória da temporada e a 78ª da sua carreira na Fórmula 1, impondo-se também pela sétima vez na prova canadiana.

Se Vettel ficou muito indignado com esta sanção, Hamilton tem uma opinião bem diferente sobre o sucedido, mesmo se o público presente em Montreal tomou maioritariamente partido do piloto da Ferrari.

“Tive de evitar a colisão. Eu queria que ele cometesse um erro e ele cometeu-o. A regra diz que deve regressar à pista de forma segura e ele regressou na minha trajetória, tive que pisar os travões a fundo para evitar o contacto. Nós não merecíamos ficar fora do pódio já que os tipos na equipa fizeram um trabalho excecional este fim de semana”, considerou o britânico da Mercedes.

O chefe da equipa campeã do Mundo ficou radiante com o triunfo, mesmo se admitiu que a penalização talvez tenha sido um pouco dura para Sebastian Vettel: “Foi um fim de semana muito difícil para nós. Metade da equipa estava doene, não sabíamos se teríamos todas as peças”.

“É uma boa coisa ter emoções no desporto, mas a regra é simples e é preciso aplicá-la”, referiu também Toto Wolff sobre o castigo ao piloto da Ferrari. “Nem tudo é preto e branco. A situação podia talvez ser um pouco mais favorável a Lewis, 60-40. É preciso respeitar a decisão dos comissários. Talvez num sentido e noutro”, rematou.

Mais partilhadas da semana

Subir