Motores

GT4 South European Series “um campeonato apetecível” para César Machado

César Machado encara o novo desafio que é participar nas GT4 South European Series. Uma competição “apetecível para pilotos e equipas”.

Aos comandos do Ginetta G55 GT4 da ABM Grand Prix o piloto de Famalicão forma, juntamente com Mariano Pires, a dupla mais jovem do campeonato organizado pela Race Redy com o apoio da SRO, mas a sua falta de experiência com estes carros não foi impeditivo que desse já boa conta de si na prova de estreia.

Depois do jovem de Ponte de Lima vindo da KIA Picanto GT Cup ter conseguido a ‘pole position’, ele e César Machado quase venciam no circuito madrileno de Jarama. “As sensações foram óptimas. Em ambas as qualificações saímos da linha da frente e conseguimos capitalizar o arranque da primeira linha em vitória na primeira corrida e no segundo posto na segunda. Melhor, só mesmo o triunfo em ambas”, avalia o piloto famalicense.

César Machado considera que as “GT4 South European Series acabam por ser um ótimo ponto de partida para o mundo dos GT, aproveitando um formato de sucesso e em claro crescimento. As impressões são boas. É um trabalho difícil trazer uma categoria destas para este mercado, mas acho que faz sentido e que haverá muitos boas oportunidades a explorar”.

“É certo que é o primeiro ano da competição e ainda é um mundo novo para muita gente, sendo que existem ainda aspetos que no meu ponto de vista deveriam ser tidos em conta e melhorados. Mas nós pilotos estamos cá para ajudar e tornar este campeonato num campeonato apetecível para mais pilotos e equipas”, salienta o piloto nortenho.

Para o resto da temporada César Machado traça objetivos: “Como não podia deixar de ser passam por lutar pela vitória em todas as corridas. É uma tarefa que não se prevê fácil, mas no que depender de mim, tudo irei fazer para o conseguir”.

“Há muitos fatores condicionantes que não dependem de nós pilotos, como o caso do BoP, que é um fator que espero que nos seja mais favorável para Barcelona de forma a que possamos lutar com a concorrência de igual para igual”, remata o piloto de Famalicão.

Mais partilhadas da semana

Subir