Desporto

Greve dos árbitros à Taça da Liga desconvocada

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) anunciaram, esta segunda-feira, que o “pré-aviso de greve” dos árbitros à Taça da Liga foi retirado. O pré aviso de greve, devido à contestação do setor, havia sido anunciado a 23 de outubro e destinava-se aos jogos da Taça da Liga agendados para os meses de novembro e dezembro.

A LPFP explica, em comunicado, que os dois organismos se reuniram e que os árbitros decidiram retirar o “pré-aviso de greve”.

“Os árbitros aceitaram e foram sensíveis ao pedido da Liga em retirar o pré-aviso de greve”, referiu Luciano Gonçalves, o presidente da APAF.

O dirigente mostrou-se satisfeito pela posição da Liga que “deu finalmente um sinal de que está com os árbitros e que não está de acordo com os métodos de comunicação que alguns clubes têm vindo a utilizar”.

O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol refere, ainda assim, que os juízes pretendem alertar o presidente da Liga, Pedro Proença, quanto a uma repetição das situações que levantaram, inicialmente, a possibilidade de greve.

“Se voltarem a pôr em causa a honorabilidade dos árbitros, por parte de clubes e das suas máquinas de comunicação, iremos ser implacáveis e vamos fazer uma paragem nos campeonatos”.

Pedro Proença, por seu turno, mostrou-se “muito satisfeito com o entendimento e compreensão mútuos” e indicou que o organismo vai continuar a trabalhar para “criar melhores condições para o desempenho das funções dos árbitros em Portugal”.

A reunião entre os dois organismos decorreu na Cidade do Futebol, em Oeiras, e ficou marcada pela “colaboração da federação” para que o “bom senso” prevaleça, assente em “princípio de confiança e trabalho tripartido”, destacou o presidente da LPFP.

Mais partilhadas da semana

Subir