Motores

Grande recuperação leva Álvaro Parente novamente ao pódio

Depois de na véspera ter sido segundo Álvaro Parente voltou a subir ao pódio na segunda corrida do fim de semana do Blancpain GT World Challenge America em Watkins Glen.

No Bentley Continental GT3 # 9 da K-PAX Racing com Andy Soucek, o piloto português foi obrigado a uma grande recuperação, numa prova para a qual largou da sétima posição da grelha de partida.

Soucek foi quem fez a primeira parte da prova, conseguindo chegar a sexto depois de ter perdido um lugar no arranque. O espanhol não conseguiu ‘galgar’ mais nenhum lugar até passar o ‘volante’ do Bentley a Parente, que depois de um ‘pit-stop’ rápido conseguiu realizar uma grande volta de saída e ganhar mais de um segundo aos seus rivais.

Quando terminou a ‘janela’ para a troca de pilotos o português já estava na quarta posição. Mas não se contentou com isso, forçou o ritmo e ganhou o terceiro posto, partindo em busca do segundo classificado, que também lutava pela liderança. Conseguiu-o e Álvaro tentou imitá-lo, no que teve sucesso.

O piloto do Porto passou a lutar pela vitória com aquele que é o seu rival ao título, o Ferrari 488 GT3 da dupla Toni Vilander/Daniel Serra. Estes defenderam com ‘unhas e dentes’ a primeira posição e Parente teve de contentar-se com o segundo posto.

“Se antes da corrida nos oferecessem um resultado no pódio, aceitaríamos de imediato, dado que a arrancar de sétimo, tínhamos uma prova muito difícil pela frente. Porém, a equipa esteve muito bem estrategicamente, foi perfeita no trabalho de boxes e o carro estava fantástico”, começou por dizer Álvaro Parente após o final da prova.

“Ataquei assim que sai das boxes e ganhámos muitas posições e muito tempo”, prosseguiu o português, que adiantou “Dei o máximo para ganhar, mas o meu oponente defendeu-se muito bem e não me foi possível colocar-me em posição de o tentar ultrapassar. Foi o máximo a que poderíamos aspirar, hoje”.

Com o triunfo nesta prova Toni Vilander destacou-se no comando do Campeonato de Pilotos, tendo uma vantagem de 28 pontos, quando faltam dois eventos e quatro corridas, sendo a seguinte a 21 de setembro, em Road America. Um evento onde Parente e Soucek tentarão recuperar pontos ao seu rival.

Mas Álvaro Parente garante que vai determinado para o resto do campeonato: “Não foi o fim-de-semana que queríamos. Tínhamos andamento para vencermos, mas pequenas contrariedades e algum azar impediram-nos de concretizar o nosso potencial, que passava por conquistar vitórias. Perdemos pontos para os nossos rivais na luta pelo título, mas ainda não estamos derrotados. Vamos para as próximas provas com determinação para triunfar e conquistar o ceptro deste ano, que é o nosso objectivo”.

3Shares

Mais partilhadas da semana

Subir