Fórmula 1

Grande Prémio dos Estados de Fórmula 1 está em dúvida

O Grande Prémio dos Estados Unidos de Fórmula 1 está em dúvida devido à situação de emergência causada pela pandemia de coronavírus naquele país e no estado do Texas.

Um representante das autoridades de saúde de Austin disse que será pouco provável que a prova venha a ter lugar no Circuito das Américas a 25 de outubro.

A capital do estado do Texas está na fase 3 da reabertura de atividade após o estado de emergência devido ao Covid-19, sendo que para a corrida possa ser realizada a situação terá de evoluir para a fase 1, onde poderá ser equacionada a realização de grandes eventos.

O traçado de Austin já recebeu um evento de caridade no começo do mês, onde os donativos deram direito a membros do público dar uma volta ao Circuito das Américas, mas Mark Escott, responsável da autoridade médica local, já referiu que permitir grandes eventos não é uma prioridade para o estado do Texas.

“Grandes eventos vão ser a última coisa a regressar, porque há o risco de expor muitas pessoas, particularmente indivíduos, no mesmo recinto. Estamos a trabalhar num plano que consideramos ser razoável, mas estamos a pensar no final de dezembro, não tendo qualquer indicação de que possamos mitigar o risco em grandes evento, sobretudo aqueles com cerca de 2500 pessoas”, referiu Escott.

Para além das restrições locais que vigora, o Circuito das Américas está numa situação difícil, porque o pagamento para ter a corrida de Fórmula 1 vem de um programa estadual, e depende dos impostos cobrados no Texas.

O que coloca algumas questões para que o evento decorra à porta fechada, sem receitas de bilhetes e apenas com dinheiros públicos, podendo, nesse caso, não ser elegível para ser financiado.

Mais partilhadas da semana

Subir