Fórmula 1

Grande Prémio de Espanha de F1 poderá ser ‘à porta fechada’

O Governo da Catalunha anunciou que todos os eventos desportivos na região serão ‘à porta fechada’ a partir de quint-feira 12 de março.

Para já a medida é decretada por um período de duas semanas, mas poderá, e deverá ser extensível, não sendo de excluir a possibilidade de vir a afetar o Grande Prémio de Espanha de Fórmula 1, que disputa a 10 de maio no Circuito da Catalunha-Barcelona.

Quim Torra, o presidente da região autónoma, foi muito claro ao dizer que estão interditos eventos que reúnam mais de mil pessoas se forem ao ar livre. Uma medida que é já uma resposta à disseminação de coronavírus por toda a região, onde já se registam 124 casos.

Manifestando desejar enviar uma “mensagem de tranquilidade”, o chefe do governo catalão deixa no entanto a ‘porta aberta’ a mais rigorosas restrições. “É possível que nos próximos dias tenhamos de tomar decisões mais drásticas e implacáveis”, admitiu Quim Torra.

É óbvio que no Circuito da Catalunha não ficará só em causa a prova de Fórmula 1, sendo que eventos como a corrida de abertura do European Le Mans Series, a 5 de abril, ou a prova do ‘Mundial’ de Ralicross (World RX), a 19 de abril, possam ser também afetados pelas medidas restritivas da região autónoma.

0Shares

Em destaque

Subir