Nas Notícias

“Governo não está condicionado por PCP e Bloco”, garante presidente do PS

O presidente do PS garante que o Governo “não está condicionado” por PCP e Bloco de Esquerda na resposta à crise diplomática russa, que levou à expulsão de vários embaixadores russos de vários países. Carlos César vê a posição da diplomacia portuguesa como “proporcional”.

Na TSF, o também líder da bancada parlamentar socialista compreende a decisão do Ministério dos Negócios Estrangeiros português ao não se alinhar com vários países que, historicamente, são aliados portugueses, para a expulsão de diplomatas russos.

“A Rússia tem uma política externa intrusiva e agressiva, que deve ser claramente condenada e ter respostas proporcionais”, mas estas “respostas devem privilegiar o diálogo”, argumentou Carlos César.

O socialista salientou ainda que e deixou a garantia de que a posição tomada pelo gabinete de Augusto Santos Silva (ministro dos Negócios Estrangeiros) “não está” condicionada por PCP e Bloco de Esquerda.

“O Governo e o PS não estão condicionados pelo o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista ao assumirem esta posição”, assegurou , em declarações à TSF.

O Governo português optou por convocar o embaixador russo para uma reunião.

Carlos César não afasta o cenário de Portugal ‘endurecer’ as medidas tomadas.

“Portugal não deve excluir um endurecimento posterior da sua decisão em função de alguma evolução desagradável e/ou gravosa.”

Alguns países, recorde-se, avançaram para a expulsão de diplomatas russos na sequência do envenenamento, no Reino Unido, de um antigo espião russo, atribuindo culpas à governo da Rússia.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir