Europa

Governo da Áustria cai após Parlamento aprovar moção de censura

O Parlamento austríaco aprovou hoje uma moção de censura apresentada pela oposição, fazendo cair o executivo liderado pelo chanceler e líder do Partido Popular Austríaco (ÖVP), o conservador Sebastian Kurz.

A moção foi votada no Parlamento na sequência de um escândalo que envolveu a extrema-direita austríaca (Partido da Liberdade da Áustria-FPÖ), que integrava o governo de coligação liderado pelo partido de Kurz.

A moção de censura passou com os votos dos sociais-democratas e dos nacionalistas do FPÖ.

A Áustria enfrenta uma crise política depois da coligação governamental entre direita e extrema-direita ter sido quebrada, devido a um vídeo comprometedor para o líder nacionalista Heinz-Christian Strache, que era o número dois do executivo austríaco.

Na sequência do escândalo, foi anunciado que a Áustria iria avançar para a realização de eleições antecipadas em setembro.

A moção de censura votada hoje foi apresentada pelo pequeno partido ecologista Jetzt, mas os sociais-democratas e o partido de extrema-direita FPÖ nunca descartaram a hipótese de apoiá-la.

Mais partilhadas da semana

Subir