Nas Notícias

Governo brasileiro eleva previsão de crescimento do PIB para 0,85 por cento em 2019

O Governo brasileiro aumentou a previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país de 0,81 por cento para 0,85 por cento, em 2019, segundo informações divulgadas hoje no boletim Macro Fiscal do Ministério da Economia.

Segundo o documento, “projeta-se [uma] recuperação da atividade a partir de setembro deste ano, como resposta dos efeitos iniciais do corte de juros, da elevação da confiança e início das liberações de recursos”.

A revisão para cima sobre o crescimento da economia brasileira ocorreu após quatro cortes seguidos. Este ano, o Governo brasileiro trabalhou com previsões de alta do PIB de 2,5 por cento em janeiro, 2,2 por cento em março, 1,6 por cento em maio e 0,81 por cento em julho.

A expetativa sobre o desempenho da inflação no Brasil este ano foi revista para baixo, passando de 3,8 por cento para 3,6 por cento principalmente porque o país regista uma queda no preço dos alimentos que tiveram uma forte alta no primeiro trimestre do ano, mas “houve uma reversão parcial no segundo trimestre, com tendência mantida para os meses de julho e agosto”.

Os dados divulgados pelo Ministério da Economia indicam que a expetativa do Governo brasileiro de inflação para este ano continua abaixo da meta central, de 4,25 por cento.

Adolfo Sachsida, secretário de Política Económica afirmou, durante a apresentação do boletim, que há três desafios a serem superados pelo país para a retomada da sua taxa de crescimento no longo prazo: a recuperação da produtividade, mudanças nas normas fiscais e o desafio da conjuntura internacional, marcada pela desaceleração generalizada da economia mundial.

Mais partilhadas da semana

Subir