Nas Notícias

GNR atropelado por condutor que desrespeitou ordens em Albergaria-a-Velha

Um militar da GNR foi hoje atropelado por um veículo cujo condutor desobedeceu a ordens que impediam o seu acesso a uma das zonas onde lavra o incêndio de Albergaria-a-Velha, indicou fonte daquela força policial.

Segundo fonte da GNR, o militar ficou com ferimentos ligeiros e será encaminhado para o posto médico de Albergaria-a-Velha ou hospital de Aveiro.

O incidente ocorreu em Assilhó, local onde está montado o posto de operações de combate aos incêndios de Albergaria-a-Velha e Águeda, no distrito de Aveiro.

Segundo testemunhas oculares, o condutor não terá respeitado a proibição de acesso a zonas de incêndio e avançou com a viatura, apesar do sinal de paragem do militar da GNR.

Segundo a página oficial da Proteção Civil, consultada pela Lusa pelas 16:10, o fogo que começou na quinta-feira de manhã na localidade de Paus, em Albergaria-a-Velha, mobilizava 377 operacionais, apoiados por 109 veículos e nove meios aéreos.

Já no incêndio que teve início às 16:28 de quinta-feira na localidade de Veiga, concelho de Águeda, e “em resolução”, estavam 208 operacionais, apoiados por 69 meios terrestres.

O fogo que deflagrou na quinta-feira ao fim da manhã na localidade de Macinhata do Vouga, também em Águeda, estava à mesma hora “em resolução”, contando com 136 operacionais, apoiados por 40 veículos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir