Desporto

Geraldes, Palhinha e Matheus Pereira “quiseram muito sair”, revela Peseiro

O treinador do Sporting confirmou hoje que os futebolistas Francisco Geraldes, João Palhinha e Matheus Pereira, todos da formação dos ‘leões’, quiseram “muito sair” do clube e deu exemplos de outros que quiseram “muito permanecer”.

Depois das saídas de Francisco Geraldes para o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, e de João Palhinha para o Sporting de Braga, foi hoje confirmado o ingresso do extremo brasileiro Matheus Pereira nos germânicos do Nuremberga, que este ano subiu à primeira divisão alemã.

“Qualquer um dos três jogadores que sairam da formação quiseram muito sair. O Miguel Luís, o Elves [Baldé] e o Thierry [Correia] quiseram muito ficar”, começou por revelar José Peseiro, em conferência de imprensa.

Quanto à partida de sábado, diante do Feirense, referente à ronda três da I Liga, o técnico reconheceu o valor da equipa de Nuno Manta Santos, mas deixou claro que o objetivo é somar os três pontos, depois do empate (1-1) no Estádio da Luz, frente ao Benfica.

“Este momento é muito importante para nós. Sabemos o quanto é difícil, o valor do Feirense, têm a melhor defesa do campeonato e têm ambição. Nós queremos os três pontos, sabendo das dificuldades. Com os sócios seremos mais fortes e espero que compareçam”, apelou.

Sobre uma eventual contratação de última hora para o ataque ‘leonino’, Peseiro não se mostrou preocupado e diz estar feliz com os atletas que tem.

“Tenho confiança nos nossos jogadores do plantel. Um treinador tem de gostar dos seus jogadores, venha alguém ou não. Pouco me importa se chegue alguém ou não”, esclareceu.

No sábado, o Sporting, que divide a liderança com Sporting de Braga, Benfica e Feirense, todos com sete pontos, recebe os ‘fogaceiros’, no Estádio José Alvalade, pelas 21:00, em jogo da quarta jornada do campeonato.

Mais partilhadas da semana

Subir