Fórmula 1

George Russell confirmado na Williams para 2019

O ‘puzzle’ das equipas de Fórmula 1 para a próxima época está praticamente completo, com o anúncio de que George Russell será piloto da Williams.

Protegido da Mercedes, o jovem piloto britânico é o grande candidato ao título da Fórmula 2, e com a equipa campeã do Mundo a reconduzir Lewis Hamilton e Valtteri Bottas para 2019 procurou ‘encaixá-lo’ numa outra formação.

Com 20 anos, a escolha de Russell para a Williams tornou-se óbvia, não apenas porque Lance Stroll vai deixar a equipa para ingressar na Force India, adquirida pelo consórcio liderado pelo seu pai Lawrence, mas também porque a formação de Grove é uma das equipas que utiliza os motores ‘cliente’ da Mercedes.

George Russell – campeão da GP3 Series em 2017 – já participou em treinos e ensaios de Fórmula 1 pela Mercedes e pela Force India, mas na próxima época será um piloto de corrida na disciplina máxima.

“É uma imensa honra juntar-me a uma equipa tão prestigiosa como a Williams. É um sentimento surreal dizer-me que estarei na grelha de uma disciplina a que assisto desde pequeno. Quero agradecer a Claire Williams e aos membros da equipa toda a sua confiança, bem como a Toto Wolff e à Mercedes pelo apoio que me dão desde a minha passagem pela GP3”, reagiu o jovem piloto britânico.

A equipa de Grove tem um historial de dar oportunidades a pilotos que vêm das categorias de promoção, e este parece ser o caso mais uma vez, como fez questão de salientar a diretora da Williams: “A equipa sempre procurou promover jovens talentos, e George responde exatamente a esses critérios e a essa filosofia. Ele é considerado como um dos grandes talentos do amanhã e seguimos a sua carreira há muito tempo. Estamos convencidos que a sua determinação, a sua paixão e o seu empenho serão fatores cruciais para alimentar a dinâmica positiva que pretendemos para construir o futuro”.

Com o anúncio de George Russell na Williams fica ainda mais restrito o lote de lugares para Esteban Ocon, que sairá da Force India para dar lugar a Lance Stroll.

Mais partilhadas da semana

Subir