Fórmula 1

George Russell com chassis reparado em Espanha

A Williams reparou o chassis do monolugar de George Russell danificado no Grande Prémio do Azerbeijão por uma tampa de saneamento, que será agora utilizado em Espanha.

Em Baku a equipa não pôde reparar o chassis, levando o piloto britânico a falhar o segundo treino livres, mas agora poderá voltar a ser utilizado, juntamente com aquele que Robert Kubica danificou na qualificação da prova azeri e que pôde ser reparado para a prova, mas que requereu mais reparações.

“Os dois chassis foram reparados dos dois incidentes durante o fim de semana de Baku, e ambos estão aqui, bem como o chassis suplente. Os tipos na fábrica fizeram um trabalho fenomenal, conseguindo repará-los para que tenhamos ambos aqui”, adiantou Clarie Williams, a diretora da equipa.

Os organizadores do Grande Prémio do Azerbaijão acordaram uma compensação à Williams pelos estragos causados no carro de Russell, depois de tal ter sido feito à Haas depois de uma tampa ter danificado o carro de Romain Grosjean na Malásia em 2017.

“Estamos contentes. Encontrei-me com o promotor quando estávamos em Baku para termos uma conversas e obviamente expliquei que sermos compensados rapidamente era importante para nós. Foram muito compreensivos e acionaram as coisas rapidamente. Avançamos com a seguradora do circuito”, contou a chefe da Williams.

A equipa britânica sabe que não é fácil colocar um valor monetário num acidente de corrida, e é por isso que o processo leva o seu tempo. “Obviamente que a nossa prioridade foi realizar a reparação e analisar os danos para perceber qual é o custo”, referiu ainda Claire Williams.

Mais partilhadas da semana

Subir