Desporto

Gabriel recusa sentir-se já titular indiscutível do Benfica com Bruno Lage

O médio brasileiro Gabriel garantiu hoje estar mais adaptado ao futebol português e ao Benfica, mas sublinhou não se sentir um titular indiscutível sob a orientação do novo treinador Bruno Lage.

Numa conferência de imprensa realizada no centro de estágio dos ‘encarnados’, no Seixal, o jogador vincou também que o “tempo foi fundamental” para a sua recente afirmação na equipa e destacou a diferença de “intensidade” dos treinos na mudança do comando técnico de Rui Vitória para Bruno Lage.

“Não me sinto [titular indiscutível] e isso é bom para continuar a trabalhar, a ter a cabeça no lugar e demonstrar que o posso ser, sim, mas ainda não”, explicou o jogador, acrescentando: “Creio que a troca de treinador pode ter influenciado alguma coisa, mas acredito que o tempo é muito importante para qualquer jogador que chegue a um clube novo”.

O afastamento do Benfica nas meias-finais da Taça da Liga, que ficou marcado pelas críticas à arbitragem na derrota com o FC Porto, foi rotulado como “passado” por Gabriel, que assumiu que os jogadores ficaram “revoltados”, mas que têm de “ser espertos” e “olhar em frente”, nomeadamente para o jogo da 19ª jornada da I Liga, frente ao Boavista, na terça-feira.

“Estamos a preparar o jogo da melhor maneira possível e esperamos fazer uma partida a um nível alto, que é o nível do Benfica. Estamos a trabalhar bem, sabendo da importância e da proximidade dos jogos. Acredito que todos os jogos são importantíssimos. Sabemos que se queremos ganhar, se queremos estar a disputar o título, temos de dar importância a cada jogo. Até ao final, temos de ser assim”, frisou.

O médio, de 25 anos, realçou ainda o maior carinho dos adeptos nesta nova fase da equipa, perante a expectativa de uma boa assistência para o encontro com os ‘axadrezados’ na terça-feira, no Estádio da Luz.

“Já notamos esse apoio muito mais forte nos últimos jogos. Notamos que os adeptos estão mais connosco e acho isso muito importante, por mais que a gente saiba a nossa situação e tudo o que passou. A situação já melhorou muito nos últimos jogos e acredito que se estivermos todos juntos tudo vai ser mais fácil e mais bonito”, frisou.

O desafio entre o Benfica, segundo classificado, com 41 pontos, e o Boavista, 15.º, com 16, está marcado para terça-feira, às 19:00, no Estádio da Luz, em Lisboa.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir