Desporto

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Os futebolistas internacionais russos Alexander Kokorin e Pavel Mamayev, detidos desde outubro de 2018 devido a agressões e condenados, já em maio, a um ano e meio de prisão, saíram hoje em liberdade.

Os dois futebolistas deixam a prisão “por bom comportamento”, depois de o tribunal da região de Belgorod comunicar no início de setembro a decisão de os libertar, se não existisse recurso do Ministério Público.

Há cerca de um ano, Pavel Mamayev, do Krasnodar, e o companheiro de seleção Alexander Kokorin, do Zenit, foram detidos depois de atacarem um homem, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel em Moscovo, e um outro homem num café.

Kokorin, 48 vezes internacional, foi condenado a ano e meio de prisão, enquanto Mamayev teve uma sentença de 17 meses, ambas conhecidas em maio e deduzidas do tempo cumprido antes da sentença.

A continuidade da carreira dos dois internacionais é uma incógnita. O contrato de Kokorin, de 28 anos, com o Zenit terminou em junho, enquanto o de Mamayev, de 31 anos, com o Krasnodar é válido até final do ano.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir