Motores

Furo de Thierry Neuville deixa Ott Tanak confortável no comando do Rali da Alemanha

Ott Tanak reforçou a liderança do Rali da Alemanha no decorrer da segunda etapa, hoje realizada. Um furo sofrido pelo seu mais direto adversário, Thierry Neuville, faz com que agora comande a prova germânica do ‘Mundial’ com mais de meio minuto de vantagem

À partida para a tirada de hoje Tanak detinha menos de três segundos de diferença para Neuville, pelo que era de esperar que o belga estivesse ao ataque desde o primeiro quilómetro desta segunda etapa.

Mas o Hyundai que foi a referência na primeira especial seria o de Dani Sordo, o azarado da véspera, e já bastante atrasado em relação aos primeiros. Ott Tanak perdeu tempo para Thierry Neuville, mas não mais do que 1,3s. A diferença entre os dois da frente não seria aqui que se faria, nem nos quatro troços seguintes, em que o estónio da Toyota ganhou mais de cinco segundos ao belga da Hyundai e este recuperou depois pouco mais de um segundo.

O momento do dia foi mesmo a primeira passagem pelo campo militar de Panzerplatte, onde Neuville sofreu um furo que o fez perder mais de 1m26s. O que deixou Tanak mais à vontade no comando da prova, já atrás de si Kris Meeke estava já a mais de 42 segundos.

A disputa do segundo lugar ocupava a mente do britânico da Toyota, que tinha o seu companheiro de equipa Jari-Matti Latvala a pouco mais de dois segundos, e o finlandês tinha por sua vez poucas décimas de vantagem sobre Sebastien Ogier. O duelo entre os três passou mesmo a ser o ponto de maior interesse.

Embora Latvala tivesse ganho uma especial, a verdade é que Meeke concluiu a etapa no segundo posto com mais de nove segundos de vantagem sobre o finlandês, enquanto Ogier foi infeliz na derradeira especial – a segunda passagem por Panzerplatte – ao sofrer um furo, e perdeu mais minuto e meio para os primeiros, ‘caindo’ para a oitava posição da ‘geral’, promovendo assim Dani Sordo à quarta posição, ainda que o espanhol da Hyundai esteja já a mais de um minuto do líder.

Apesar do furo Thierry Neuville recuperou algum terreno e fecha o top cinco à partida para o curto último dia do rali, sendo que atrás de si Andreas Mikkelsen está a pouco mais de dois segundos mas não deverá atacar o seu companheiro de equipa de modo a não afetar a sua campanha no campeonato.

Esapekka Lappi deverá fazer precisamente o oposto, já que se encontra à frente de Sebastien Ogier e deverá ceder o lugar ao seu colega de equipa na Citroën, apesar do francês estar a mais de 26 segundos do finlandês.

Classificação após a 15ª PE
1º Ott Tanak/Martin Jarveoja (Toyota) 2h26m21,9s
2º Kris Meeke/Sebastian Marshall (Toyota) + 32,4s
3º Jari-Matti Latvala/Mikka Anttila (Toyota) + 41,8s
4º Dani Sordo/Carlos del Barro (Hyundai) + 1m10,8s
5º Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai) + 1m35,2s
6º Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Hyundai) + 1m37,3s
7º Esapekka Lappi/Janne Ferm (Citroën) + 1m43,1s
8º Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Citroën) + 2m09,7s
9º Gus Grensmith/Elliot Edmonson (Ford) + 6m02,6s
10º Takamoto Katsuta/Daniel Barritt (Toyota) + 6m57,4s

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir