Desporto

Funcionário do Sporting terá facilitado fuga dos agressores de Alcochete

Bruno Jacinto, funcionário do Sporting, é suspeito de ter facilitado a fuga do grupo que invadiu a Academia e agrediu jogadores, técnicos e funcionários, a 15 de maio.

As referências a este funcionário do Sporting constam em alguns dos mandados de detenção (há já 36 detidos, todos em prisão preventiva), cita o Correio da Manhã.

De acordo com aquele diário, terá sido Bruno Jacinto, que no ano passado substituiu André Geraldes (detido por suspeitas de corrupção e libertado sob fiança de 60 mil euros) nas funções de ligação aos adeptos, a levar Nuno Torres até ao BMW que foi filmado a entrar na Academia no momento do ataque.

As autoridades suspeitam também que foi este funcionário a orientar a fuga dos cabecilhas da invasão, alegadamente ‘chefes’ da claque Juve Leo, evitando que fossem detidos naquela altura.

Mais partilhadas da semana

Subir