Motores

Francisco Mora sagra-se Campeão Nacional em Braga

Francisco Mora foi a Braga renovar o título de Campeão Nacional de Velocidade Turismo/TCR Portugal ao vencer três das quatro corridas do fim de semana. O piloto do Porto impôs-se nos dois confrontos de sábado e no primeiro de domingo, ‘deixando’ apenas o triunfo para Edgar Florindo na derradeira corrida do programa.

Mora ia para a prova minhota disposto a vencer o máximo de provas que conseguisse, e enquanto os pneus o permitiram assim fez, impondo-se na primeira depois de não ter largado da frente, como sucedeu na segunda, e repitindo a ‘dose’ no terceiro confronto.

Na primeira corrida do fim de semana Francisco Mora impôs diante de César Machado e Edgar Florindo depois de Rafael Lobato ter ficado pelo caminho com a suspensão dianteira direita do Audi RS3 LMS partida, já na segunda, e arrancando da ‘pole’ Mora dominou por completo a corrida, diante de Florindo e Patrick Cunha, que protagonizou um interessante duelo com Machado.

Como não há duas sem três, Francisco Mora arrancou na frente e pela primeira posição ficou, batendo novamente Edgar Florindo, que foi o piloto que mais pontos somou a seguir ao Campeão. O piloto da Speedy Motorsport viria a vencer a quarta corrida, capitalizando o facto de utilizar pneus novos, que reservou para esse objetivo. No entanto a segunda posição bastou para Mora garantir o título, numa prova onde foi obrigado a suster as investidas de Rafael Lobato, que no Audi RS LMS logrou a terceira posição final.

“Foi um fim-de-semana excelente e consegui concretizar todos os objectivos com que vinha para aqui. Tive pena de não fazer o pleno de vitórias, estive muito perto de o conseguir, mas não foi mesmo possível e por isso decidi não arriscar, marcando pontos que se vieram a revelar decisivos para chegar ao título”, afirmou o novo Campeão após as provas bracarenses.

“Estive sempre muito forte, trabalhamos muito para conseguir ter um bom carro aqui em Braga e esse trabalho compensou-nos com os resultados que se viu aqui. Este tem sido um ano excepcional e só posso agradecer à equipa e a todos os que me ajudaram a chegar aqui e poder comemorar agora o segundo campeonato consecutivo”, rematou Francisco Mora.

Mais partilhadas da semana

Subir