Nas Notícias

Mãe de Pamela aconselhou-a a posar para a Playboy

Pamela Anderson, um dos ícones da Playboy, revelou agora que só aceitou posar para a revista por conselho da mãe. “A minha primeira reação foi não, mas depois troquei ideias com ela”, explicou.

A revista masculina deu fama mundial a várias mulheres, mas poucas poderão agradecer tanto essa visibilidade como Pamela Anderson, uma das mais desejadas durante a década de 90.

Mas, atenção: a publicação também ganhou com as fotos da atriz e não foi pouco. Afinal, Pamela Anderson continua a ser a mulher com mais presenças na revista.

Mas toda esta vantajosa relação profissional só foi possível graças à mãe da norte-americana, Carol.

“Estava a morrer de medo” com a ideia de se mostrar com pouca – e até nenhuma – roupa, admitiu a atriz, durante a participação num programa da britânica ITV.

“A minha primeira reação foi não, mas depois troquei ideias com a minha mãe e ela convenceu-me”, revelou Pamela Anderson.

E como é que Carol fez isso?

“Ela disse-me para deixar” a pequena cidade de Ladysmith “e mudar-me para Los Angeles, pois achava excitante”, continuou a atriz.

Pamela Anderson não foi apenas ‘mais uma’ coelhinha. Tornou-se num ícone da revista e numa das preferidas do fundador, Hugh Hefner.

“A Playboy era a minha universidade, como digo sempre. Aprendi muito lá”, argumentou.

“Conheci pessoas muito interessantes e aprendi muito sobre arte. O Hugh Hefner foi um verdadeiro pioneiro e não gosto quando alguém fala mal dele”, concluiu Pamela Anderson.

Depois de revelada pela revista, a atriz tornou-se numa das caras da mítica série Baywatch. Veja este tributo à personagem C. J. Parker.

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=K6R4O3XBU5XK

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir