Fórmula 1

Fórmula 1: Nico Rosberg remata testes de Bahrain novamente com Mercedes mais rápido

NicoRosberg bahrain2014 Nico Rosberg Nico Rosberg imitou Lewis Hamilton no último dia de testes de Fórmula 1 no Bahrain, ao colocar de novo o Mercedes W05 no topo da tabela de tempos. O piloto alemão efetuou uma volta em 1m33,283s, ficando a um segundo da ‘pole position’ por si estabelecida no grande prémio do ano passado.

Rosberg que totalizou quase 90 voltas ao circuito de Sakhir, bateu por mais de um segundo Jenson Button, que voltou a ser o segundo mais veloz na pista barani, utilizando mais um jogo de pneus macios da Pirelli.

O único aspeto negativo da jornada do piloto germânico foram duas paragens, uma delas quando treinava um arranque do final da linha de boxes e deixou o motor do Mercedes ir abaixo.

Apesar de Button ter sido o melhor da concorrência ao Mercedes, pelo menos não sentiu problemas no McLaren e conseguiu completar 66 voltas ao traçado de Sakhir. Um pouco menos do que Kimi Raikkonen, que no Ferrari conseguiu o terceiro registo, a quase dois segundos do inglês.

Kimi RaikkonenO piloto finlandês mostrou pelo menos que o Ferrari F14 T ultrapassou os problemas de telemetria sentidos na sexta-feira. Isto apesar de ter protagonizado um aparatoso despiste, que obrigará a sua equipa a trabalhar arduamente para reparar o carro de Maranello para os próximos testes.

Esta quarta jornada no Bahrain permitiu a Felipe Nasr usufruir finalmente do seu estatuto de piloto de reserva na Williams. O brasileiro perfez 87 voltas, a melhor das quais abaixo de 1m38s. Ligeiramente melhor do que Pastor Maldonado, que finalmente conseguiu fazer bons quilómetros no Lotus, completando mais de meia centena de voltas.

Sergio PerezJá Sergio Perez teve um dia apoquentado por vários problemas de transmissão no Force India, pouco rodando, tal como Daniel Ricciardo, que no Red Bull não conseguiu realizar mais do que 15 voltas. Os outros pilotos servidos por motores Renault não tiveram mais sorte, com Jean-Eric Vergne a completar 19 voltas no Toro Rosso e Kamui Kobayashi e Marcus Ericsson a totalizarem entre si 23 voltas no Caterham.

Mais partilhadas da semana

Subir