TV

Foi enforcado, na Índia, o mentor do atentado de Mumbai em 1993

Passados 22 anos do atentado de Mumbai, que provocou centenas de mortos e de feridos, Yakub Memon foi enforcado. O mentor das várias explosões que abalaram a cidade da Índia foi executado no dia em que celebrou 53 anos, depois de recusados os últimos pedidos de clemência.

Foi hoje enforcado o mentor da série de atentados à bomba que, em 1993, abalaram a cidade indiana de Mumbai.

Das várias explosões resultaram 257 mortos e mais de 700 feridos.

Yakub Memon foi considerado culpado de coorganizar e, no dia em que celebrou 53 anos, foi executado por enforcamento, realizado na prisão de Nagpur, no estado de Maharashtra, pelas 07h00 (02h30 em Portugal continental).

Para a justiça indiana, Memon foi o mentor de todo o plano, tendo tratado do financiamento, organizado as viagens e adquirido armas, explosivos e carros, de forma a que outros elementos criassem os carros-bomba.

Vários membros do grupo foram detidos e condenados, mas só Yakub Memon foi sentenciado à morte.

A execução só foi consumada após terem sido recusados os últimos pedidos de clemência, apresentados junto do Presidente da Índia e do Supremo Tribunal.

Segundo a agência Press Trust of India, o corpo de Yakub Memon deve ser entregue à família, para que esta possa realizar os ritos fúnebres.

https://www.youtube.com/watch?v=QRQ1ERUSRwQ

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir