Nas Notícias

Fogo de Monchique já mobiliza mais de 400 homens

O incêndio de Monchique continua a ser, às 16h20, o mais preocupante. No local estão 413 operacionais, auxiliados por 121 veículos e nove meios aéreos, de acordo com a página da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

A dimensão do fogo, que deflagrou numa zona de mato na localidade de Perna da Negra, obrigou já à evacuação de uma aldeia.

Cerca de uma hora antes, fonte da ANPC indicava que no teatro de operações estavam 234 operacionais, 68 veículos e nove meios aéreos.

Os bombeiros estão a lutar contra duas frentes ativas, uma delas mais intensa e com o combate mais dificultado, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

Segundo a mesma fonte, a principal dificuldade dos bombeiros é o vento que se faz sentir na zona.

“Este incêndio começou de forma explosiva, neste momento tem duas frentes ativas, numa delas o combate está a decorrer favoravelmente, mas na outra ainda está muito desfavorável”, afirmou a fonte, ao fazer um ponto de situação cerca das 16h30.

O incêndio está a consumir uma “zona de mato e eucaliptal, com uma orografia bastante difícil”, e as equipas de bombeiros estão a debater-se no terreno com o “vento, que está naturalmente a complicar aquilo que é a operação de combate”, considerou.

“Os meios estão a ser posicionados e estamos a proceder ao combate”, disse ainda a fonte do CDOS.

O incêndio que lavra desde o início da tarde tinha obrigado previamente à retirada de habitantes do sítio das Taipas, a sul da Perna da Negra, local onde deflagrou o fogo, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

De acordo com fonte do CDOS de Faro, que não conseguiu precisar o número de pessoas retiradas, a população foi “deslocada de forma preventiva para ficar em segurança”.

Nas redes, circula já um vídeo que mostra, ao longe, a vasta coluna de fumo provocada por este incêndio.

https://playbuffer.com/watch_video.php?v=SK8SMS54A213

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir