África

Fisco moçambicano espera arrecadar mais de 587 ME com prospeção de petróleo e gás

O Estado moçambicano espera arrecadar, numa primeira fase, 670 milhões de dólares (587,6 milhões de euros) em impostos com a prospeção de petróleo e gás em cinco novos blocos, disse a presidente da Autoridade Tributária (AT), Amélia Nakhare.

Amélia Nakhare afirmou, em entrevista divulgada hoje pelo diário Notícias, que as receitas vão resultar da contratação de serviços pelas multinacionais que estarão envolvidas na prospeção.

Os consórcios petrolíferos que vão participar na prospeção assinaram no ano passado os respetivos contratos de concessão de blocos petrolíferos com o Governo moçambicano, no âmbito do quinto concurso internacional para a prospeção de hidrocarbonetos em Moçambique.

O Estado moçambicano aposta em mais atividades de pesquisa e prospeção de hidrocarbonetos, após a descoberta de enormes quantidades de gás e carvão nos últimos anos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir