Motores

Filipe Albuquerque ‘às portas’ do pódio nas 4 Horas de Red Bull Ring

Filipe Albuquerque deu mais uma vez tudo para subir ao pódio nas 4 Horas de Red Bull Ring, terceira prova do European Le Mans Series, mas falhou por pouco esse objetivo, terminando na quarta posição.

Fazendo novamente dupla com Phil Hanson no Ligier # 22 da United Autosports, o piloto português foi encarregue desta vez de fazer a segunda parte da corrida, deixando o seu companheiro de equipa fazer o começo da prova. O que fez com grande eficácia, pois partindo de sétimo rapidamente se imiscuiu na luta pelas posições cimeiras.

Mas mais uma vez os Oreca 07 Gibson, sobretudo os ‘calçados’ com Michelin, se revelaram melhores conjuntos, e acabou por ser impossível ir além do quarto posto, o que Albuquerque lamenta: “É frustrante estarmos a dar o nosso melhor e não conseguirmos chegar ao pódio. Dadas as condições tenho de estar satisfeito com o quarto lugar pois simplesmente não tínhamos andamento para mais”.

“Infelizmente os pneus este ano não se ajustam da melhor forma ao nosso carro e não conseguimos tirar partido dele”, queixou-se também o piloto de Coimbra, que ainda acredita que é possível discutir o campeonato: “Lutar o que podermos para chegar ao melhor resultado possível sabendo que será sempre complicado e duro. Mas, não desanimamos e vamos continuar na luta”.

A prova foi ganha por Jean-Eric Vergne, Roman Rusinov e Andrea Pizzitola, no Oreca # 26 da G-Drive, que recuperou de um atraso inicial e chegou à liderança a meia hora do final quando já estava o francês ao volante. Depois o Campeão em título da Fórmula E manteve-se na primeira posição, mesmo parando para reabastecer a 20 minutos do fim, conseguindo manter atrás de si o Oreca # 29 da Duqueine Engineering, com o qual Nelson Paciatici, Nico Jamin e Pierre Ragues lideraram grande parte da corrida.

O European Le Mans Series prossegue a 18 de agosto em Silverstone.

3Shares

Em destaque

Subir