Cultura

Festim 2015: Brasil, samba e lotação esgotada

Bossa_Negra_900

O próximo concerto no Cine-Teatro de Estarreja tem o carimbo do Festim – Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo. Hamilton de Holanda e Diogo Nogueira são os protagonistas e apresentam ‘Bossa Negra’, distribuindo imagens de um Brasil contemporâneo por uma plateia já sem lugares disponíveis. Dia 3 de julho, sexta-feira, Estarreja rende-se a tanto Brasil.

São dois gigantes, dois nomes maiores da música brasileira. Por um lado Hamilton de Holanda, o ‘Jimi Hendrix do bandolim’, acompanhado pelo seu instrumento inovado com 10 cordas; por outro Diogo Nogueira, cantor e estrela do samba.

Dupla que se vai sentir em casa, não fosse o concelho de Estarreja conhecido pelo majestoso desfile de Carnaval e brilho das escolas de samba. Em sete edições, é a primeira vez que o Festim garante casa cheia no CTE, reflexo da pertinência do concerto e ligação às características do território.

A união destes músicos chama-se ‘Bossa Negra’, disco e espetáculo que a sétima edição do Festim transporta até ao CTE esta sexta-feira, 3 de julho, pelas 22 horas, prometendo elevar a sala de espetáculos a um mini sambódromo ao som de um alinhamento mestiço, de fusão e carregado de alma brasileira.

São temas originais da dupla e versões de outros artistas como Caetano Veloso, Arlindo Cruz, Ary Barroso, Vinicius de Moraes e Pixinguinha, com duetos de voz e bandolim acompanhados pelo contrabaixo de André Vasconcellos e percussões de Thiago da Serrinha.

‘Salamandra’, ‘Brasil de Hoje’ e ‘Bossa Negra’, single homónimo do disco lançado em agosto passado, são alguns dos temas que vão ecoar este Brasil universal, sempre com o morro no coração.

Tertúlia com Hamilton de Holanda no mesmo dia do concerto

Às 15 horas, também no dia 3 de julho, o CTE e o Festim promovem um workshop, num ambiente de tertúlia e conversa informal, com o instrumentista Hamilton de Holanda, virtuoso do bandolim nascido na tradição do choro.

Poucas horas antes do concerto com Diogo Nogueira, o ‘Jimi Hendrix do bandolim’ quer partilhar com a comunidade as suas conquistas no universo artístico e partilhar conhecimentos. Para músicos ou curiosos, esta tertúlia revela-se uma fantástica oportunidade de privar cara a cara com um dos melhores.

Único festival português a integrar a rede europeia European Forum of Worldwide Music Festivals, o Festim chegou ao público no verão de 2009, recebendo a herança do ‘Festival Temático de Músicas do Mundo’ (2002-2008).

Estruturado numa programação em rede, composta atualmente por seis municípios da Região de Aveiro, este festival é coordenado pela d’Orfeu Associação Cultural e representa uma mais-valia em termos de oferta artística, qualificação de públicos e aproximação de culturas.

Estarreja associa-se ao Festim desde a primeira instância. Com palco privilegiado no CTE, este festival levou no total 20 concertos e distantes geografias às terras do Antuã.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir