Fórmula 1

Ferrari descontente com a manutenção da penalização a Vettel no Canadá

A Ferrari, pela voz do seu chefe, Mattia Binotto, mostrou o seu descontentamento pela decisão dos comissários desportivos do Grande Prémio do Canadá em manterem a penalização de cinco segundos atribuída a Sebastian Vettel.

O recurso da equipa de Maranello foi analisado por Emanuelle Pirro e os restantes comissários presentes no Canadá numa audiência realizada ontem em Paul Ricard e foi rejeitado, considerando que as provas apresentadas pela formação italiana não vieram acrescentar nenhum facto novo.

Embora respeitando a decisão, Binotto deixou bem claro que não concorda com ela: “Sem querer comentar muito a decisão, na Ferrari estamos todos muito descontentes e dececionados. Estamos dececionados pela ‘Scuderia’, mas também pelos fãs do nosso desporto”.

Tal como o chefe da Ferrari, também o próprio Sebastian Vettel manifestou o seu desagrado. “Não partilhamos da opinião dos comissários da corrida, e pensamos que o que levamos à audiência poderia levar a um esclarecimento diferente. É dececionante ver o processo terminar desta maneira, mas é a vida. Devemos passar a outra coisa. Há tantas páginas no nosso regulamento onde podemos facilmente encontrar um parágrafo que corresponde ao nosso ponto de visa. Vamos ser melhores do que isto”, afirmou o piloto germânico.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir