Motores

Fernando Barreiros assume objetivo de conquistar a Taça Ibérica de TT

Fernando e Nuno Barreiros estão de regresso às competições de todo-o-terreno disputando no próximo fim de semana o Rally Mar de Olivos, em Jaen (Espanha).

A dupla alinha aos comandos de um Isuzu D-Max inscrita na classe T2 – preparada e assistida pela Prolana – naquela que é a primeira das quatro etapas do Troféu Ibérico da disciplina, que se propõem conquistar.

“Este projeto começou a ser pensado há muito pouco tempo. Desafiei o Nuno para ser meu navegador pela experiência que ele tem, pela amizade que temos e pelos anos que já nos conhecemos. Vamos disputar a Taça Ibérica e o nosso objetivo é ganhar”, explica Fernando Barreiros.

O piloto sente-se entusiasmado, não apenas para prova que se vai disputar no país vizinho mas também nas seguintes: “Estamos cheios de vontade de voltar às corridas ao fim de alguns anos. O carro é uma Isuzu D-Max que já venceu a Taça Ibérica e terá assistência da Prolama. Vamos começar por disputar o Rally TT Mar de Olivos. Segue-se a Baja TT Douro Verde, a Baja Aragón e terminamos com a Baja TT Idanha-a-Nova onde já esperamos ter a Taça conquistada”.

Nuno Barreiros admite que não estava à espera de voltar às competições, mas não pôde resistir ao apelo de Fernando Barreiros: “Já achava que não ia fazer mais corridas porque era tempo de dar lugar a outros. Mas este desafio que o meu amigo Fernando me proporcionou pareceu-me interessante e encaro-o de uma forma tranquila, mas com o objetivo de fazer o melhor possível”.

“Esta prova que vamos fazer vai ser uma novidade completa porque é a primeira vez que faço uma prova em formato de resistência e por outro lado também nunca naveguei o Fernando.  A estratégia é irmo-nos adaptando um ao outro e à medida que a prova for avançando vamos ajustando as nossas necessidades para eu perceber a melhor forma de dar as notas”, acrescenta o experiente navegador.

O Rally Mar de Olivos compreende um prólogo de 6 quilómetros (SS1) seguido de um SS2 com três voltas a um percurso de 100 km para o qual o tempo máximo são 4 horas (75 km/h). No domingo a prova completa-se com mais duas voltas a um troço de 75 km.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir