Cultura

Feira do Livro começa hoje, mais verde, mais inclusiva e maior do que nunca

A 89.ª Feira do Livro de Lisboa abre hoje, no Parque Eduardo VII, com um número recorde de 328 pavilhões, numa edição com mais espaços verdes, mais sustentável e inclusiva.

A edição deste ano decorre até 16 de junho e conta com 25 novos participantes, 32 novos pavilhões e mais 10 marcas editoriais, o que se traduz em mais dois mil metros quadrados de espaço ocupado, principalmente em zonas relvadas, do lado esquerdo da Alameda do Parque.

Outras novidades são o aumento das “praças editoriais”, ou seja, praças com pavilhões do mesmo grupo editorial, a abertura da zona do relvado central, com a criação de zonas ‘lounge’, para usufruto do público, e o fim do plástico, tanto nos sacos distribuídos pelas editoras, que serão de papel, como nos utensílios descartáveis da restauração, que são biodegradáveis.

Ainda em matéria de sustentabilidade, na edição deste ano, todo o percurso entre os corredores é forrado por piso reciclável, a ser usado nas próximas edições, feito a partir de 1.800 pneus reciclados, que substitui os mil metros quadrados de alcatifa que todos os anos era colocado no chão.

Numa edição que foi pensada também para pessoas com mobilidade reduzida, serão disponibilizadas cadeiras de rodas e andarilhos, que estarão ao dispor de quem necessite, no pavilhão de informações da APEL.

A feira vai estar este ano mais acessível também, graças a um espaço para parqueamento e manutenção de bicicletas que foi criado.

No que respeita à restauração, a oferta será mais diversificada, com oito novas opções numa total de 42 disponíveis.

Outra novidade é a existência de pontos para carregamento de telemóvel, mantendo-se a aplicação móvel gratuita “Feira do Livro de Lisboa”, para Android e iOS, que já existia e através da qual o utilizador pode aceder ao mapa e pesquisar a programação da feira, e WI-FI gratuito nas principais praças do recinto.

Mantêm-se também as atividades para crianças diversificadas – como leituras, oficinas e a iniciativa “Acampar com Histórias”, com pernoita na Estufa Fria -, os espaços para bebés, o RefresCão, e a iniciativa Hora H, que continua com os descontos mínimos de 50 por cento, em livros lançados há mais de 18 meses.

A Hora H funciona de segunda a quinta-feira, na última hora da feira, ou seja, entre as 21:00 e as 22:00, mantendo-se, assim, a antecipação da hora de fecho, das 23:00 para as 22:00, decidida na edição anterior.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir