Nas Notícias

FBI alertou PJ para jovem que queria rebentar Alvalade à bomba

Os serviços secretos de segurança norte-americanos intercetaram um jovem de 15 anos que, alegadamente, se queria aliar ao Daesh e, entre as iniciativas para convencer os terroristas, pretendia que fosse rebentado à bomba o estádio de Alvalade, em Lisboa, mas não só. A situação foi investigada pelas autoridades nacionais e não se confirmou.

Apesar de ser apenas agora conhecido, este caso remonta a novembro de 2015, altura em que o FBI intercetou mensagens da rede social Twitter, onde uma conta de um jovem português, suspeito de se querer alistas nas fileiras terroristas, aconselhava o Daesh a explodir a sua escola, em Lisboa, e o estádio do Sporting.

De acordo com a investigação a que a revista Sábado teve acesso, o alerta dado pelo FBI foi investigado pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária.

Através de um mandado judicial, esta unidade especializada da PJ fez buscas à residência do jovem, que tinha 15 anos, na altura, tendo-lhe apreendido o telemóvel e um computador.

O caso acabou arquivado depois de não terem sido recolhidas provas.

As autoridades concluíram que os tweets eram uma brincadeira.

213Shares

Mais partilhadas da semana

Subir