Social

Faxtor X: Cupcake eliminadas, Aurora salvos, D8, Berg Mariana e Freitas a pensar na vitória

d8 faxtor x 400 Na oitava gala de Factor X, as Cupcake foram eliminados, no frente a frente com os Aurora. As bandas foram as menos votadas pelo público do concurso de talentos da SIC, com D8 a mostrar de novo que a vitória está ao seu alcance, apesar de ter de enfrentar adversários como Berg, Mariana e José Freitas.

O mentor Paulo Ventura viu a sua representação reduzida a um elemento – os Aurora – que estiveram ontem na iminência de abandonar Factor X, numa gala onde se cantou talento, com a categoria dos Grupos a ver o seu espaço em vias de extinção.

Os seis finalistas regressaram com mais talento, destacando-se o jovem D8. O rapper de 16 anos provou, de novo, que a vitória está ao seu alcance, com duas grandes atuações de nível enorme. Nesta oitava gala, o jovem mostrou estar à altura dos grandes ‘tubarões’ de Factor X: Berg, Mariana e José Freitas.

https://www.youtube.com/watch?v=umYMaKVWCg

Berg até nem teve a melhor das suas noites, onde os concorrentes tiveram de fazer duas interpretações. E se na primeira o cantor de 41 anos nem mereceu elogios dos ‘Paulos’, a verdade é que os arrebatou em ‘With a Little Help From My Friends’, dos The Beatles, numa versão acústica.

E Berg continua a suscitar grandes discussões entre os jurados. A sua mentora, Sónia Tavares, não compreende as críticas que lhe são feitas, mas ontem Paulo Ventura viu-se obrigado a reconhecer que Berg é o “melhor intérprete” em concurso. No entanto, “ser o melhor intérprete não chega”, diz.

Mais pacífica é Mariana, que consegue sempre recolher elogios. Ontem, voltou a tocar nas nuvens, com ‘We Found Love’, de Rihanna. A açoriana é, definitivamente, uma das grandes candidatas à vitória.

O vozeirão de José Freitas também o catapultou para esta fase final do concurso de talentos. Em ‘Enter Sandman’, dos Metallica, José Freitas mostrou outra faceta sua, ainda que não esteja na sua praia, o que aconteceu quando interpretou Michael Bolton.

Os Aurora também são um poço de talento. Os jovens não mereceria estar num frente a frente de eliminação, mas a verdade é que em Factor X já nem o talento infindável tem espaço. O mesmo se pode dizer relativamente às Cupcake, que ontem pagaram o preço dessa realidade, com a eliminação.

Nesse frente a frente, Sónia Tavares decidiu salvar as Cupcake e Paulo Junqueiro fez o mesmo relativamente aos Aurora. O mentor dos Grupos, Paulo Ventura, teve de fazer a decisiva escolha e manteve os Aurora, na noite em que Mallu Magalhães foi a convidada.

Na próxima semana, regressam os finalistas, com mais talento, mais música, e com mais uma despedida de concorrentes que podem pensar nas suas carreiras, que não terminarão com o fim de linha em Factor X.

Mais partilhadas da semana

Subir