Tecnologia

Facebook: Subida nas ações pode colocar valor acima dos 100 mil milhões

facebook2Empresa norte-americana sobe o valor das ações em cerca de quatro a oito dólares devido à elevada procura de investidores. A confirmar-se, a maior rede social do mundo entra em bolsa a valer mais de cem mil milhões de dólares.

São sem sombra de dúvida muitos zeros. O Facebook, a maior rede social do mundo, com mais de 900 milhões de utilizadores registados, está já a horas de entrar em bolsa, naquela que pode ser uma das maiores ofertas iniciais alguma vez vista na economia mundial. Ao que tudo indica, o momento histórico acontecerá na próxima sexta-feira, 18 de maio.

Esta terça-feira, já a poucos dias da oferta inicial, sabe-se agora que os responsáveis aumentaram o valor das ações, fruto da enorme procura por parte de investidores. Esta informação vem assim contrariar alguns analistas, que na última semana revelavam procura por ações abaixo do esperado.

O valor do aumento varia entre os quatro e os oito dólares. Inicialmente, uma ação estaria cotada por um mínimo de 28 dólares, agora sobe para 34.

A confirmar-se esta subida, a totalidade das ações que vão ser colocadas em bolsa atribui um valor recorde à rede social, cerca de 105 mil milhões de dólares. Anteriormente, com os preços das ações mais baixos, o mesmo rondava os 80 mil milhões.

Esta sexta-feira pode na verdade ficar marcada na história como o dia de uma das maiores entradas em bolsa de sempre.

A rede, após ser criada por Mark Zuckerberg em 2003, teve alguns pequenos investidores iniciais, numa altura em que a plataforma não era sequer conhecida fora dos Estados Unidos. Com a subida em flecha do valor da rede social, a partir de sexta-feira, o mundo ganhará certamente alguns novos multi-milionários, esses mesmos, que investiram na rede quando ela era ainda ‘verde’.

Recorde-se que o Facebook tem vindo a comprar nos últimos tempos outras empresas ligadas às áreas das tecnologias de informação. Primeiro foi o Instagram, por mil milhões de dólares (saiba mais aqui). Mais recentemente foi a Glancee, uma companhia presente no mercado da geolocalização (saiba mais aqui).

Em destaque

Subir