Mundo

Extrema-direita alemã pode entrar hoje no parlamento regional de Hesse

O partido de extrema-direita, Alternativa para a Alemanha (AfD), prepara-se para entrar, segundo as sondagens relativas às eleições de hoje no parlamento regional de Hesse, o único onde ainda não tem representação.

É o décimo sexto parlamento regional onde o ‘Alternativ für Deutschland’ espera entrar, o único que falta para poder estar presente em todos os 16 Estados federados da Alemanha.

De acordo com as últimas sondagens, o partido fundado há cinco anos, e liderado por Jörg Meuthen e Alexander Gauland, deve obter entre 10 a 14 por cento dos votos nas eleições do próximo domingo, em Hesse.

Tal como aconteceu no último escrutínio, na Baviera, os partidos que formam a coligação governamental, CDU e SPD, são os que mais perdem.

Segundo uma sondagem publicada pelo instituto INSA, na passada terça-feira, a União Democrata Cristã (CDU), partido de Angela Merkel, deve conseguir 26 por cento dos votos, menos 12,5 por cento que nas últimas eleições em 2013.

Os números do INSA revelam que os social-democratas do SPD não superam os 21 por cento dos votos, uma queda de quase 10 por cento em relação a 2013. É o resultado mais baixo do partido neste Estado, desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

O Estado federado de Hesse é governado por uma coligação única na Alemanha, formada pela CDU, partido mais votado nas últimas eleições, e os Verdes, que consolidam a presença neste Estado.

Os Verdes podem obter 21 por cento dos votos, segundo os valores divulgados pelo INSA, um crescimento de 10 por cento em relação às últimas eleições, e que os coloca a dividir o segundo lugar com o SPD.

No entanto, caso estes números se verifiquem, uma coligação entre a CDU e os Verdes não seria suficiente para formar governo, sendo necessária uma terceira força política.

Hesse é o quinto Estado mais povoado, com mais de seis milhões de habitantes, e um dos mais ricos da Alemanha. Cerca de 4,4 milhões de pessoas estão inscritas para votar nas eleições, e as assembleias de voto abrem às 08:00 (menos uma hora em Portugal continental).

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir