Mundo

Explosão de gás em prédio na Eslováquia faz cinco mortos e mais de 40 feridos

Pelo menos cinco pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas na sequência de uma explosão de gás ocorrida hoje num prédio de apartamentos no leste da Eslováquia, segundo novas informações divulgadas pelos serviços de socorro locais.

Os bombeiros informaram que retiraram do prédio todas as pessoas que conseguiram encontrar, admitindo que o edifício de 12 andares está em risco de colapso.

A explosão de gás, seguida de um incêndio, ocorreu entre o nono e o 12.º andar do prédio, localizado na cidade de Presov, e foi registada pouco depois do meio-dia (pouco depois das 11:00 hora de Lisboa), de acordo com as mesmas fontes.

Com o passar das horas, e segundo o relato dos bombeiros locais, toda a metade superior do edifício está em chamas e os três andares superiores estão totalmente destruídos.

Não estão claras, neste momento, as circunstâncias exatas do resgate das pessoas que ainda estariam dentro do edifício.

Inicialmente, os bombeiros informaram que várias pessoas tinham procurado refúgio no telhado do edifício e que estas estavam retidas no local.

As agências internacionais avançaram que sete helicópteros militares reforçaram as operações de resgate, indicando ainda que mais de 80 bombeiros estarão no local.

Uma porta-voz dos serviços de socorro, Alena Krcova, afirmou que mais de 40 pessoas ficaram feridas, salientando, porém, que nenhuma corre risco de vida.

A representante alertou, no entanto, que o atual número de mortos e de feridos poderá não ser definitivo.

A presidente da câmara de Presov, Andrea Turcanova, informou que os residentes do prédio estão a ser conduzidos para uma escola nas imediações.

O primeiro-ministro da Eslováquia, Peter Pellegrini, está a deslocar-se para o local do incidente com alguns elementos do seu gabinete, segundo a agência norte-americana Associated Press (AP).

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir