Motores

Êxito no Primeiro Grande Prémio de Oeiras Aquabike

O Campeonato Nacional de Aquabike 2019 teve o seu início no passado fim de semana com a disputa do primeiro Grande Prémio Oeiras da especialidade.

Num evento organizado pela Federação Portuguesa de Motonáutica e pelo Município de Oeiras na praia de Santo Amaro.

Categoria ‘rainha’ da competição, a Runabout GP2 teve em Nelson Gomes um vencedor que se impôs pela sua regularidade, ainda que três pilotos se tenham distinguido, nomeadamente Alexander Roberto, que se impôs por duas vezes, e o campeão europeu Christophe Agostinho.

A desistência de Agostinho na segunda ‘manga’ e de Alexander na terceira entregou a vitória a Gomes, sexto na ‘manga’ inicial e terceiro nas restantes duas. Ainda que o piloto não se tenha ficado por aí, já que venceu também a categoria Runabout GP2.

Nesta segunda categoria Lino Araújo venceu o primeiro e o segundo confronto, mas a sua desistência na segunda entregou o triunfo a Nelson Gomes, que venceu nessa ‘manga’ e junto a esse triunfo o terceiro lugar na primeira e o segundo na derradeira.

Entre os Veteranos a vitória foi para Alexander Roberto, após triunfar nas duas ‘mangas’ disputadas. O internacional português Filipe Filipe foi segundo na ‘manga’ inicial mas não conseguiu concluir a derradeira, ficando na segunda posição. O mesmo sucedendo a Carlos Fernandes, que foi terceiro.

Rui Sousa não deu hipóteses a ninguém, conseguindo uma tripla vitória entre os SKI GP1. E nem o madeirense Henrique Rosa Gomes conseguiu travar a sua supremacia. O piloto insular foi sempre segundo, reservando o mesmo posto na classificação.

Já a ‘mundialista’ Joana Graça ‘voou’ para um fantástico terceiro lugar final, dando excelentes indicações para a época no Mundial e no Europeu de Aquabike que estão prestes a começar.

Dos Açores vieram os primos Gonçalo e Vitorino Rodrigues para uma ‘dobradinha’ em SKI GP3. Gonçalo venceu e convenceu nas três ‘mangas’, com Vitorino a assegurar sempre o segundo lugar. Mais luta houve pelo terceiro posto, com Pedro Silva a acabar por reclamar a posição, com dois terceiros lugares e um quarto nos três confrontos disputados.

Diogo Barbosa dominou a categoria SKI Junior GP3, reclamando dupla vitória nas duas ‘mangas’ realizadas. Matteo Valente veio do Porto para ser quem mais perto rodou de Barbosa, assegurando a segunda posição final. O pódio ficou completo com Manuel Leite.

Entre os mais jovens da Categoria SKI juvenil GP3, a luta foi renhida. Manuel Leite e Martim Brito venceram uma ‘manga’ cada um, com a vitória a pender para Manuel Leite por ter vencido o segundo confronto, decisivo como fator de desempate. Martin Marques foi terceiro, saboreando assim uma subida ao pódio.

José Manuel Anjos triunfou nos Sport GP1, depois de um aceso duelo com Rui Sousa. Este venceu a segunda manga, depois de ter sido o vencedor da primeira, mas foi forçado a desistir na terceira e decisiva manga, quedando-se pelo segundo lugar.

Em Sport GP Miguel Silva triunfou sem oposição, com Nelson Gonçalves a assegurar o segundo posto, enquanto o espanhol Alejandro Artiñano foi o dominador na Categoria SPARK GP4.

No ‘Nacional’ de Aquabike Endurance Filipe Filipe venceu as duas primeiras ‘mangas’ de GP1 sendo segundo na terceira, onde se impôs Augusto Fernandes, que depois de ter sido segundo na primeira perdeu as hipóteses de vencer, descendo para quinto. Miguel Martins foi o segundo classidicado, diante de João Nunes.

Entre os Veteranos, Filipe Filipe voltou a não dar veleidades à concorrência, vencendo e convencendo nas três mangas. Miguel Martins foi sempre segundo e Augusto Fernandes assegurou o terceiro lugar, embora só tenha competido na 1ª manga.

77Shares

Mais partilhadas da semana

Subir