Mundo

Ex-líder do Egito Hosni Mubarak condenado a prisão perpétua

hosni_mubarakO ex-líder egípcio é acusado pela morte de 850 pessoas que protestavam nas ruas do Cairo, assassinadas no ano passado. Aos 84 anos e depois de 30 anos de ditadura, Mubarak vê-se agora condenado pelo povo do seu próprio povo país.

O juiz condenou o ex-líder a prisão perpétua, pela morte de 850 pessoas que se manifestavam nas ruas do Cairo, durante um protesto ocorrido no ano passado.

A acusação recaiu sobre os dois filhos do antigo ditador,  Alaa e Gamal Mubarak, os quais tinham sido mencionados por corrupção.

Quem também fez parte deste julgamento foi o ex-ministro do Interior, Habib al-Aldly, pelo envolvimento nas mesmas mortes. Já seis antigos comandantes da polícias foram absolvidos do processo.

Mubarak, idoso e doente, esteve presente a tribunal deitado numa maca hospitalar.

Em destaque

Subir