Motores

Evolução leva Miguel Lobo ao sexto lugar na Peugeot Rally Cup Ibérica

Miguel Lobo prosseguiu a sua aprendizagem no Rali de Castelo Branco, conseguindo terminar a prova na sexta posição da Peugeot Rally Cup Ibérica.

O piloto de Paços de Ferreira chegou à segunda ronda da competição promovida pelos importadores da marca francesa em Portugal e Espanha ciente do grande desafio que tinha pela frente, já que depois de três temporadas nas pistas tinha pela primeira vez que enfrentar um rali de asfalto.

Foto: Zoom Motorsport

Assim Miguel Lobo e o seu navegador, Paulo Marques, abordaram as primeiras especiais da prova da Escuderia de Castelo Branco com cuidado, para na segunda ronda pelos troços de sábado ir melhorando os seus tempos relativamente às marcas matinais. O que abria boas perspetivas para o final do evento.

No entanto as condições climatéricas instáveis obrigaram o piloto do Peugeot 208 R2 da BS Motorsport a fazer uma opção por pneus de chuva para as rodas de trás, mas a precipitação não se concretizou ‘atirando-o’ para o nono lugar do troféu.

Miguel Lobo encetou então uma recuperação notável da parte de tarde que lhe permitiu guindar-se ao sexto posto final no segundo rali da sua carreira. O que o deixou bastante satisfeito.

“Apesar de ter sido uma prova de asfalto, mais próxima do que estava habituado nas pistas, enfrentei, novamente, um mundo de novidades. Tudo se passa de uma forma diferente e a incerteza com chuva também não nos ajudou. Ainda assim, e apesar das contrariedades, a equipa esteve muito bem e com a sua ajuda eu e o Paulo Marques conseguimos um bom resultado, ao terminar no sexto lugar”, sublinhou o piloto pacense.

Miguel Lobo reconhece que “o Rali de Castelo Branco já representou um passo em frente” na sua evolução, e espera “continuar com esta progressão na próxima prova”, que será a terceira prova da Peugeot Rally Cup Ibérica, o Rali do Ferrol, a 20 e 21 de julho.

Mais partilhadas da semana

Subir