Desporto

Eusébio, os 70 anos de um homem eterno

eusebio1‘King’, Pantera Negra, ou Eusébio da Silva Ferreira. Há diversas formas de chamar um homem com uma marca eterna no futebol mundial. Completa hoje 70 anos e deixa na memória os golos que marcou e as lágrimas que limpou à camisola da seleção, naquele Mundial em que fez história. São sete décadas de uma grandeza assente na simplicidade do homem e na genialidade do futebolista.

Eusébio comemora hoje 70 anos de uma vida memorável, marcada por uma carreira ímpar e pela capacidade de gerar consenso, independentemente de afetos, ou de amores clubísticos. O Rei apaga muitas velas, poucas quando comparadas com os golos e vitórias que celebrou.

Este aniversário serve para homenagear em vida um homem eterno, que ainda recupera a saúde que o tempo vai corroendo. Mas o tempo não corrói as memórias e as histórias que os pontapés certeiros de Eusébio da Silva Ferreira contam.

Por isso, o Pantera Negra é eterno. Respeitado por todos, símbolo de um futebol diferente, numa galeria onde constam duas mãos cheias de futebolistas divinais. Hoje não é dia de dizer “obrigado”. É dia de dizer “parabéns”.

Em destaque

Subir